(11) 4195-4500 | (11) 96447-1266      contato@drorlandofreitas.com.br    |   
Foto - Dr Orlando Freitas

Dr. Orlando Freitas

CRM - SP 121548

Formado em 2005 pela Faculdade de Medicina de Catanduva, o Dr. Orlando Freitas realizou Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia (2013) e Mestrado em Ciências da Saúde (2016) pela Faculdade de Medicina de Jundiaí. Possui Titulo de Especialista em Ginecologia e Obstetríca e em Patologia do Trato Genital Inferior - Colposcopia. 

Sua visão holística do paciente permite que entenda e respeite o fato de que questões relacionadas a outras partes do corpo podem influenciar no quadro ginecológico e, dessa forma, realiza um tratamento adequado de maneira acolhedora.

Tratamentos

Pré-natal e parto
Assistência prestada à gestante e ao feto durante toda a gravidez e parto, visando melhorar o bem-estar e evitar ou minimizar problemas para a mãe e a criança nesses momentos.
Investigação de Infertilidade
Pesquisa de causas que dificultam a gestação ou sua manutenção (abortos repetidos), atuando no tratamento das mesmas.
Consultas Ginecológicas
Atendimento ginecológico da infância à pós menopausa. É traçado um histórico de saúde, estilo de vida e práticas sexuais da paciente, por meio de exame clinico e ginecológico minuciosos.
Patologia do Trato Genital Inferior
Diagnóstico e acompanhamento de pacientes em relação às patologias vulvares, vaginais, anais e do colo uterino através da colposcopia e vulvoscopia.
Tratamento do HPV
Procedimentos para tratamento de lesões induzidas pelo HPV como cauterizações, cirurgias de alta frequência - CAF e laserterapia.
Inserção de Dispositivos Intrauterinos
Consiste em um pequeno e macio dispositivo colocado dentro do útero pelo seu médico e sua ação depende do material presente em sua haste. Pode permanecer por um tempo de 5 a 10 anos, sendo um dos métodos contraceptivos mais seguros.
Pré-natal e parto
Assistência prestada à gestante e ao feto durante toda a gravidez e parto, visando melhorar o bem-estar e evitar ou minimizar problemas para a mãe e a criança nesses momentos.
Investigação de Infertilidade
Pesquisa de causas que dificultam a gestação ou sua manutenção (abortos repetidos), atuando no tratamento das mesmas.
Consultas Ginecológicas
Atendimento ginecológico da infância à pós menopausa. É traçado um histórico de saúde, estilo de vida e práticas sexuais da paciente, por meio de exame clinico e ginecológico minuciosos.
Patologia do Trato Genital Inferior
Diagnóstico e acompanhamento de pacientes em relação às patologias vulvares, vaginais, anais e do colo uterino através da colposcopia e vulvoscopia.
Tratamento do HPV
Procedimentos para tratamento de lesões induzidas pelo HPV como cauterizações, cirurgias de alta frequência - CAF e laserterapia.
Inserção de Dispositivos Intrauterinos
Consiste em um pequeno e macio dispositivo colocado dentro do útero pelo seu médico e sua ação depende do material presente em sua haste. Pode permanecer por um tempo de 5 a 10 anos, sendo um dos métodos contraceptivos mais seguros.

Novidades

Os absorventes internos são uma opção prática e discreta para muitas mulheres durante o período menstrual, mas seu uso requer alguns cuidados.
A candidíase é uma doença que leva desconforto à rotina de muitas mulheres. Felizmente, existem medidas que você pode tomar para ajudar a prevenir a recorrência deste problema.
A cistite é uma infecção do trato urinário muito comum, que pode afetar mulheres de todas as idades.
É hora de separar as verdades dos mitos para que você possa tomar decisões informadas sobre sua jornada para a maternidade.
Cuidados pré-natais são essenciais para garantir uma gravidez saudável e um bebê feliz.
A região mamária é altamente sensível, o que torna a mastalgia, conhecida popularmente como dor nos seios, um sintoma comum.
A infecção urinária ocorre quando bactérias invadem o trato urinário.
Verão é sinônimo de dias ensolarados e muita diversão, mas não se esqueça do cuidado essencial com a sua saúde íntima! Aqui estão algumas dicas:
A condição conhecida como “bexiga caída”, ou cistocele, é um problema que afeta muitas mulheres e pode impactar significativamente a qualidade de vida.
Outubro é um mês especial, tingido de rosa e repleto de significado: é o Outubro Rosa, uma campanha global dedicada à conscientização sobre o câncer de mama.
Você já sabe que a higiene íntima é uma parte essencial dos cuidados de saúde de qualquer mulher, pois ajuda a prevenir infecções e manter o equilíbrio natural da flora vaginal.
Nos últimos tempos, a anorgasmia feminina tem emergido como um tópico crucial de discussão na saúde sexual.
A adaptação do corpo à pílula anticoncepcional pode variar de mulher para mulher, mas geralmente envolve um período de ajuste inicial.
O DIU hormonal tem sido uma opção popular para contracepção, mas alguns relatos sugerem que ele pode agravar a acne em algumas mulheres.
A menopausa é uma fase natural na vida de todas as mulheres, mas pode trazer desconfortos e desafios.
A dispareunia, condição ainda pouco discutida, é caracterizada por dor durante o ato sexual, afetando a qualidade de vida e a intimidade dos indivíduos.
Embora seja um tumor que pode ser prevenido e facilmente detectado, o câncer de colo de útero é um dos mais comuns.
O Papanicolau (também chamado de colpocitologia oncológica e popularmente conhecido por preventivo) é um exame ginecológico...
A menstruação atrasada geralmente acende o alerta para uma possível gravidez.
O ultrassom transvaginal é um dos exames diagnósticos mais recomendados por ginecologistas.
A secreção vaginal tem um importante papel na saúde feminina.
A menopausa é uma fase muito importante da vida da mulher. Mas, antes de chegar lá, um outro período bastante relevante é o que se antecede a ela, chamado de pré-menopausa.
A coceira vaginal é uma das queixas mais comuns no consultório. Ela pode acontecer em mulheres de qualquer idade, mesmo nas que não são sexualmente ativas.
A incontinência urinária é a perda involuntária de urina, causada principalmente pelo enfraquecimento dos músculos do assoalho pélvico...
Os distúrbios sexuais que afetam as mulheres, em geral, são tratados como tabu na nossa sociedade, apesar de serem muito mais comuns do que se imagina...
O câncer de colo do útero é um dos mais comuns entre as mulheres, e também um dos que têm maior taxa de mortalidade.
A região íntima da mulher pode ser dividida em duas partes: a vagina, canal que faz parte do aparelho reprodutor feminino...
A vagina produz, naturalmente, uma secreção esbranquiçada ou transparente que não tem odor.
Todos os meses, entre os 12 até os 50 anos, aproximadamente, as mulheres passam pelo período menstrual, o que caracteriza o fim de um ciclo reprodutivo.
Há uma série de exames ginecológicos aos quais as mulheres devem se submeter anualmente para garantir a saúde sexual e reprodutiva, além de prevenir doenças.
Os absorventes internos são uma opção prática e discreta para muitas mulheres durante o período menstrual, mas seu uso requer alguns cuidados.
A candidíase é uma doença que leva desconforto à rotina de muitas mulheres. Felizmente, existem medidas que você pode tomar para ajudar a prevenir a recorrência deste problema.
A cistite é uma infecção do trato urinário muito comum, que pode afetar mulheres de todas as idades.
É hora de separar as verdades dos mitos para que você possa tomar decisões informadas sobre sua jornada para a maternidade.
Cuidados pré-natais são essenciais para garantir uma gravidez saudável e um bebê feliz.
A região mamária é altamente sensível, o que torna a mastalgia, conhecida popularmente como dor nos seios, um sintoma comum.
A infecção urinária ocorre quando bactérias invadem o trato urinário.
Verão é sinônimo de dias ensolarados e muita diversão, mas não se esqueça do cuidado essencial com a sua saúde íntima! Aqui estão algumas dicas:
A condição conhecida como “bexiga caída”, ou cistocele, é um problema que afeta muitas mulheres e pode impactar significativamente a qualidade de vida.
Outubro é um mês especial, tingido de rosa e repleto de significado: é o Outubro Rosa, uma campanha global dedicada à conscientização sobre o câncer de mama.
Você já sabe que a higiene íntima é uma parte essencial dos cuidados de saúde de qualquer mulher, pois ajuda a prevenir infecções e manter o equilíbrio natural da flora vaginal.
Nos últimos tempos, a anorgasmia feminina tem emergido como um tópico crucial de discussão na saúde sexual.
A adaptação do corpo à pílula anticoncepcional pode variar de mulher para mulher, mas geralmente envolve um período de ajuste inicial.
O DIU hormonal tem sido uma opção popular para contracepção, mas alguns relatos sugerem que ele pode agravar a acne em algumas mulheres.
A menopausa é uma fase natural na vida de todas as mulheres, mas pode trazer desconfortos e desafios.
A dispareunia, condição ainda pouco discutida, é caracterizada por dor durante o ato sexual, afetando a qualidade de vida e a intimidade dos indivíduos.
Embora seja um tumor que pode ser prevenido e facilmente detectado, o câncer de colo de útero é um dos mais comuns.
O Papanicolau (também chamado de colpocitologia oncológica e popularmente conhecido por preventivo) é um exame ginecológico...
A menstruação atrasada geralmente acende o alerta para uma possível gravidez.
O ultrassom transvaginal é um dos exames diagnósticos mais recomendados por ginecologistas.
A secreção vaginal tem um importante papel na saúde feminina.
A menopausa é uma fase muito importante da vida da mulher. Mas, antes de chegar lá, um outro período bastante relevante é o que se antecede a ela, chamado de pré-menopausa.
A coceira vaginal é uma das queixas mais comuns no consultório. Ela pode acontecer em mulheres de qualquer idade, mesmo nas que não são sexualmente ativas.
A incontinência urinária é a perda involuntária de urina, causada principalmente pelo enfraquecimento dos músculos do assoalho pélvico...
Os distúrbios sexuais que afetam as mulheres, em geral, são tratados como tabu na nossa sociedade, apesar de serem muito mais comuns do que se imagina...
O câncer de colo do útero é um dos mais comuns entre as mulheres, e também um dos que têm maior taxa de mortalidade.
A região íntima da mulher pode ser dividida em duas partes: a vagina, canal que faz parte do aparelho reprodutor feminino...
A vagina produz, naturalmente, uma secreção esbranquiçada ou transparente que não tem odor.
Todos os meses, entre os 12 até os 50 anos, aproximadamente, as mulheres passam pelo período menstrual, o que caracteriza o fim de um ciclo reprodutivo.
Há uma série de exames ginecológicos aos quais as mulheres devem se submeter anualmente para garantir a saúde sexual e reprodutiva, além de prevenir doenças.

Contato

Formulário de Contato

Todos os campos marcados com um asterisco (*) são obrigatórios.

Informações de Contato

Avenida Cauaxi, 293 - conjunto 1313 - Alphaville | Barueri - SP CEP 06454-020


(11) 4195-4500
(11) 96447-1266


contato@drorlandofreitas.com.br

Convênios

Careplus
Omint Saúde
Agende sua consulta!
Orlando José de Freitas - Doctoralia.com.br