(11) 4195-4500 | (11) 96447-1266      contato@drorlandofreitas.com.br    |   

Sentir dor durante a relação sexual não é normal

A dispareunia, condição ainda pouco discutida, é caracterizada por dor durante o ato sexual, afetando a qualidade de vida e a intimidade dos indivíduos. Suas causas podem variar desde fatores físicos, como infecções, até aspectos psicológicos, como ansiedade e trauma.

Estima-se que milhões de pessoas enfrentem esse problema, mas muitos hesitam em buscar ajuda médica por constrangimento.

Para superar a dispareunia, a primeira etapa é procurar auxílio médico especializado. O(a) ginecologista, após avaliação, poderá identificar as possíveis causas e prescrever o tratamento adequado. Em muitos casos, a terapia sexual é indicada, proporcionando espaço para diálogo e compreensão do aspecto emocional envolvido.

Além disso, a comunicação aberta com o(a) parceiro(a) é fundamental. É essencial que ambos expressem suas preocupações, medos e expectativas, trabalhando juntos para fortalecer a confiança e o vínculo emocional.

A prática de exercícios de relaxamento e técnicas de respiração também pode ser benéfica para reduzir a tensão muscular e a ansiedade, colaborando na diminuição da dor.

Vale ressaltar que cada caso é único, e o tratamento pode variar de pessoa para pessoa. Por isso, é imprescindível o acompanhamento médico e psicológico contínuo.

Em suma, a dispareunia não deve ser ignorada nem aceita como uma condição permanente. Com o suporte adequado, é possível superar esse obstáculo e retomar uma vida sexual saudável e satisfatória. Lembre-se: procurar ajuda é o primeiro passo para reencontrar o prazer e a intimidade na relação a dois.

Fonte: Medical Site

Agende sua consulta!
Orlando José de Freitas - Doctoralia.com.br